31.10.15

Bushido: O Código do Samurai


Interessante livro sobre a cultura oriental, escrito por Daidoji Yuzan um samurai perito nas artes militares, descrito como um modelo de lealdade, autocontrole e imparcialidade. Este livro é um verdadeiro código de ética samurai. Os Samurais surgiram no século XII e tiveram seu auge nos anos 700 da era feudal japonesa, escrito no século XVI da nossa era, o livro possui características do Zen-budista e orientalismo, é destinado a militares. 


No capítulo primeiro, já notamos uma característica bem budista da cultura oriental, a marca da impermanência, tudo no mundo perece. O autor diz logo no início do livro, que um samurai deve ter sempre em mente que um dia irá morrer e que essa e sua principal tarefa, tendo consciência disso poderá viver no “Caminho da Lealdade e do Dever Filial”, se não é mantida a ideia de morte em mente, será descuidado e suscetível de ser indiscreto e dizer coisas que ofenda os outros”. p.10

Um samurai deve ter uma boa educação e um amplo conhecimento da razão, quando seus filhos atingem a idade de 15 a 16 anos, deve começar a praticar o tiro com arco, a equitação e as outras artes militares.

O samurai deve basear sua conduta em um sentido de dever filial (deve honrar seus pais e seu senhor). O Bushido exige que a conduta de um homem seja correta em todos os sentidos, “Quem ignora o que é correto, dificilmente pode chamar-se samurai.” p.15

O samurai não deve jamais se descuidar do seu espírito ofensivo, deve trazer sempre consigo sua espada, “Alguns são tão cuidadosos a ponto de levarem suas espadas até quando vão tomar o seu banho.” Um velho ditado diz: “Quando sair pela porta, aja como se fosse ser atacado a qualquer momento pelo inimigo.” .p.21

Para seguir no caminho do guerreiro são necessárias três qualidades: Lealdade, Boa Conduta e Valor. Um samurai deve usar seu tempo ocioso para estudar e praticar as artes militares, deve evitar comer e beber muito, e exagerar no que se refere a sexo. Buscar ter autocontrole. p.32

No Bushido o homem deve ser correto e educado com seu senhor e seus pais, jamais deve faltar com a etiqueta com estes. Mesmo dormindo ou relaxando, seus dedos nunca podem apontar para a direção em que esta seu senhor. Se vai praticar com o arco-flecha ou a lança, as pontas da lança ou das flechas não devem ficar na direção do seu mestre. “Até quando estão sozinhos não devem relaxar, não devem ter altos e baixos em sua lealdade e no seu dever filial.” p.33   

É recomendável que o samurai pratique tiro com o arco-e-flecha, manejo da espada e da lança e o Jiu Jitsu, junto com outras artes marciais, tendo especial atenção à equitação e a domar cavalos brabos. p.37

Se um samurai encontrar coisas em sua esposa que não gosta, deve conversar com ela, para resolver a situação, mas se mesmo assim não resolver, o samurai pode divorcia-se dela, e mandá-la a casa de seus pais. Jamais deve usar a espada ou ameaçá-la com os punhos fechados, algo que só um samurai covarde pensaria em fazer. p.45

Um samurai deve viver de acordo com sua renda financeira e abster-se de gastos desnecessários, deve empregar seu dinheiro no que é indispensável. Este é o Caminho da Economia. p.50 

O dever dos samurais é castigar bandidos e ladrões, destruindo rebeldes e pessoas que causam desordem. p.57

Um samurai deve fazer amizade somente com pessoas valentes, cumpridoras do seu dever, sensatas e influentes. p.61

Se um samurai for derrotado em uma batalha, deve agir com coragem “quando o seu adversário perguntar seu nome, ele deve dizê-lo imediatamente e em voz alta e clara, ergue a cabeça com um sorriso nos lábios e sem a menor demonstração de medo.” p.77
Quando um samurai acompanha seu senhor em uma viagem e ambos chegam a um posto militar, é de extrema importância que, conheça bem o local onde se está, inteirando-se da existência de qualquer colina, bosque, santuário, rios, espaços abertos, e possíveis rotas de fuga etc. Pois se forem atacados ou houver um incêndio no local onde estão, o samurai deve saber qual o melhor caminho deve tomar. p.97

O Bushido é um manual completo de como um samurai devesse portar, orientações que vão desde a apresentação pessoa do guerreiro, uso das vestimentas, melhor maneira de se portar diante de seu senhor, como agir no convívio social e interagir com outros samurais, ate economia doméstica, cerimônia do chá e escrita de poesia.

O samurai vive em função de servir com honra e lealdade o seu mestre, se falhar na missão para com seu senhor, cometendo um ato indigno ou uma falha imperdoável ou mesmo sendo derrotado no campo de batalha, só lhe resta uma saída para reaver sua honra, deve cometer Seppuku, também conhecido como Harakiri, ritual suicida por incisão do abdome, que pode contar com o auxilio de um segundo homem que lhe corta a cabeça fora para minimizar sua dor.

Excelente dica de para pessoas que buscam saber mais sobre a cultura japonesa e sobre os samurais. Também indicamos como leitura complementar: “O Livro dos Cincos Anéis” do santo da espada Miyamoto Musashi, outro guia de estratégia militar que pode ser aplicado em qualquer situação que exija planejamento e tática para alcançar o sucesso profissional.

Fonte: YUZAN, Daidoji. Bushido: O Código do Samurai. São Paulo: Editora Madras, 2003.

Dicas para quem quer saber mais sobre Samurais; Filme “47 Ronin” e o “O Último Samurai”, Desenho: “Samurai X” e o documentário “Os Samurais” no youtube do History  Channel.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe sua opinião, crítica ou sugestão, e ajude-nos a melhorar o Blog Ametista de Clio!